Martin Barré

Martin Barré, nasceu a 22 de Setembro, 1924, em Nantes, França.

 

Inicia os seus estudos em arquitetura, e mais tarde em pintura, na École de Beaux-Arts de Nantes.

 

Muda-se para Paris em 1948. As exposições pessoais e coletivas em que participa a partir de 1955 marcam o início da sua carreira parisiense. Uma reflexão profunda sobre o trabalho de Piet Mondrian e de Kasimir Malévitch está na origem da  singularidade da obra abstrata, desenvolvida por Martin Barré ao longo dos 40 anos de carreira. As suas preocupações principais na pintura estão relacionadas com noções de espaço, com uma reflexão sobre o suporte e o gesto do pintor bem como a relação da forma com o fundo. 

 

Martin Barré é um dos artistas mais singulares da abstração do pós-guerra, o seu trabalho obtém hoje um reconhecimento internacional como o comprovam as mais recentes exposições sobre a sua obra. Das inúmeras exposições institucionais em que Martin Barré participou destacamos as mais recentes que incluem: 2015-2017 - Dead Line. Mosset, Barré, Tinguely, Musée d'Art et d'Histoire de Genebra (MAH), Suiça, em colaboração com a Fondation Gandur pour l’Art; 2016 – The Westreich/Wagner Collection, Whitney Museum of American Art, Nova Iorque;  2019 - Martin Barré, MAMCO, Genebra, Suiça; 2019/2010  - Artistic License: Six Takes on the Guggenheim Collection,  Solomon R. Guggenheim Museum, Nova Iorque. O Centre Georges Pompidou, em Paris, prepara uma importante exposição de Martin Barré em 2020.